cirurgia bariátrica

5 cuidados pré-operatórios da cirurgia bariátrica

A cirurgia bariátrica tem sido cada vez mais recomendada para o tratamento da obesidade mórbida e suas comorbidades. No entanto, trata-se de um procedimento complexo que envolve cuidados essenciais antes e depois da sua realização.

Você conhece as medidas que precisam ser tomadas no pré-operatório da cirurgia de redução de estômago? Caso não, recomendamos a leitura deste post.

Cuidados pré-operatórios da cirurgia bariátrica

A seguir, saiba quais são os principais cuidados exigidos no pré-operatório do procedimento.

1) Conheça mais sobre o cirurgião e sobre o procedimento

No momento da escolha por um cirurgião para realizar o procedimento, procure saber mais sobre ele. O histórico médico do profissional deve ser transparente e fácil de ser encontrado. Ademais, também verifique se ele faz parte da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM).

Ainda, pesquise a experiência do profissional na realização deste tipo de tratamento e também procure por avaliações de outros pacientes na internet. A cirurgia bariátrica é complexa e delicada, por isso, esse cuidado é imprescindível.

Outrossim, após escolher o cirurgião, converse com ele para saber mais sobre o procedimento a ser realizado, qual a técnica que será utilizada, cuidados no pós-operatório, possíveis efeitos colaterais, etc.

2) Avaliação do estado de saúde

Por ser uma cirurgia que promove alterações importantes no funcionamento do organismo, antes da sua realização, será necessário passar por uma avaliação médica que, geralmente, é feita por uma equipe multidisciplinar.

Neste sentido, o paciente precisará realizar diferentes tipos de exames que irão atestar o seu estado de saúde e a sua aptidão para o tratamento. Ademais, o profissional também realizará uma anamnese bem completa a fim de conhecer todo o histórico de saúde do paciente.

Outrossim, entre os principais exames que serão prescritos, estão:

  • endoscopia digestiva;
  • ecocardiograma;
  • teste de risco cardíaco;
  • exame de função pulmonar, de imagem, de função renal e hepática;
  • hemoglobina glicada;
  • teste de hipercoagulabilidade e fenômenos tromboembólicos venosos.

3) Avaliação da saúde mental

Além de estar fisicamente apto à cirurgia bariátrica, o paciente também precisa estar psicologicamente preparado para o tratamento. O sucesso do procedimento depende da disciplina e do comprometimento dele em seguir as orientações pós-operatórias. Por isso, será necessário passar por uma avaliação com um psicólogo.

4) Parar de fumar

A cirurgia bariátrica é de um tratamento de alta complexidade e que envolve o risco de muitas complicações. Por isso, para diminuir esse risco, os pacientes fumantes devem cessar o uso do cigarro por, pelo menos, oito semanas antes da cirurgia.

5) Perda de peso

O excesso de peso corporal afeta consideravelmente a condição física do paciente, o que eleva o risco de complicações cirúrgicas. Por isso, ele será orientado a reduzir entre 5% a 10% do seu peso atual antes da data marcada para o procedimento.

Enfim, como você pode perceber, a cirurgia bariátrica não é um procedimento isolado. Quem deseja e está apto a realizá-la, precisa estar convicto que necessita mudar o seu estilo de vida e abandonar os maus hábitos.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cirurgião geral no Rio de Janeiro!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp