colesterol

7 alimentos que aumentam o colesterol

Desde crianças ouvimos nossos pais e familiares nos alertarem sobre os riscos do colesterol, um tipo de gordura presente no organismo e que é essencial para o bom funcionamento das células. No entanto, quando o seu nível está alterado, pode indicar um problema de saúde.

Isso porque existem dois tipos de colesterol, o HDL, que é bom para a saúde, e LDL, que é prejudicial. A alimentação exerce grande influência nos níveis dessa substância. Neste artigo, você vai conhecer os alimentos responsáveis por elevar o nível de colesterol ruim.

1. Margarina

Mesmo com a grande divergência de opiniões sobre os benefícios e malefícios da margarina, não podemos negar a sua concentração elevada de gordura trans. Neste sentido, recomenda-se evitar o consumo de produtos confeccionados à base de margarina, tais como, nuggets, sorvetes cremosos e biscoitos recheados.

2. Carnes gordas

O bacon, fígado, coração, os miúdos, embutidos, a costela e as vísceras são exemplos de carnes gordas ricas em gordura saturada. Por isso, recomenda-se evitar ou, pelo menos, reduzir a sua ingestão.

Quando for necessário consumi-las, deve-se remover a gordura aparente para impedir que penetre no interior da carne. Além disso, prefira o preparo grelhado e bem passado para reduzir a taxa de gordura saturada.

3. Frituras

As frituras são umas das principais fontes de colesterol LDL, ou seja, aquele que é prejudicial à saúde. Tanto o óleo vegetal quanto o azeite se tornam óleos saturados quando expostos a altas temperaturas.

Ademais, as frituras contêm grande quantidade de sódio e de ácidos graxos saturados. Por isso, evite o consumo de batata frita, pastel e salgados industrializados. Ao preparar as refeições, dê preferência aos assados, cozidos ou ensopados.

4. Queijos amarelos

Embora sejam muito saborosos, os queijos amarelos também são ricos em gorduras saturadas. Assim, recomenda-se reduzir o consumo de queijos tipo prato, coalho, emental, mussarela, parmesão, brie e cheddar.

Ainda, a fonte de gordura dos queijos está no uso do leite integral para o seu preparo. Neste sentido, o queijo minas padrão, cream cheese e requeijão também são prejudiciais ao corpo, mesmo sendo de cor branca.

Ademais, se você consome os queijos habitualmente, substitua-os por suas versões light, como, por exemplo, cottage, ricota, minas frescal, entre outros. Porém, mantenha sempre a moderação no tamanho da fatia.

5. Produtos à base de leite integral ou creme de leite

Alguns produtos ricos em gordura saturada são rotineiramente utilizados nas preparações de bolos, suflês, molhos, doces, empadões e quiches. No entanto, contribuem para o aumento na taxa de colesterol ruim.

Por isso, devem ser substituídos por versões menos calóricas, como o leite desnatado. No caso do creme de leite, é possível substituí-lo por requeijão light, creme de ricota ou iogurte.

6. Óleo de coco

Apesar de ser apontado como um produto natural e mais saudável do que o óleo vegetal, o óleo de coco também concentra grande quantidade de gordura saturada. Mesmo contendo colesterol HDL, não dispõe do percentual necessário para reduzir os prejuízos do colesterol LDL.

7. Sorvete cremoso

Os sorvetes cremosos industrializados são produzidos à base de gordura hidrogenada em quantidades excessivas, além de muito açúcar. Então, dê preferência aos produtos artesanais que tendem a conter gorduras menos nocivas.

Portanto, com a leitura deste post, você tem as informações necessárias para mudar sua alimentação e contribuir para a manutenção de taxas adequadas de colesterol HDL. 

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cirurgião geral no Rio de Janeiro!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp