cirurgia bariátrica

Devo ter acompanhamento médico após a cirurgia bariátrica?

A cirurgia bariátrica é reconhecida pelos inúmeros benefícios que pode trazer para o tratamento da obesidade. Porém, para o sucesso do procedimento, é necessário que o paciente siga todas as orientações do pós-operatório e esteja disposto a mudar seu estilo de vida.

Neste sentido, uma dúvida muito frequente entre as pessoas é: quem realiza a cirurgia precisa de acompanhamento médico por toda a vida? Então, se quer saber a resposta, continue a leitura.

Qual a importância do acompanhamento médico no pós-operatório da cirurgia bariátrica?

Desde o período que antecede a cirurgia bariátrica, o paciente já é apresentado a equipe multidisciplinar que irá orientar, avaliar e acompanhá-lo durante todas as etapas que envolvem o procedimento.

No pós-operatório, a atuação conjunta de diferentes especialistas contribui para que a readaptação do paciente seja mais tranquila e sua recuperação mais rápida. Entre os profissionais que formam essa equipe estão psicólogos, nutricionistas, endocrinologistas, educadores físicos e cirurgiões.

Ademais, o acompanhamento médico também é essencial para evitar ou, pelo menos, minimizar os possíveis efeitos colaterais das alterações promovidas pela cirurgia bariátrica. É o caso da anemia, dos distúrbios metabólicos, deficiência de vitaminas e perda de massa óssea.

Por fim, alguns destes profissionais são responsáveis por avaliar a motivação do paciente, a sua adesão às orientações médicas e à mudança no estilo de vida. Essas são algumas das razões que justificam a necessidade do acompanhamento médico.

Por quanto tempo esse acompanhamento médico é mantido?

A cirurgia bariátrica é um procedimento complexo, pois, envolve grandes alterações no funcionamento do trato digestivo. Por isso, o risco de complicações está sempre presente, mesmo após anos da sua realização.

Dessa forma, o acompanhamento médico deve ser mantido por toda a vida. Um dos principais desafios de quem passa pela redução do estômago é a manutenção do percentual de peso corporal perdido.

Isso porque é comum que haja um reganho de peso e, em alguns casos, ocorre dos pacientes retornarem a condição de obesidade mórbida. A principal causa para isso é a falta de preparo psicológico para mudar e manter um novo estilo de vida, principalmente porque abandonaram o acompanhamento médico.

Quais os cuidados necessários no pós-operatório da cirurgia bariátrica?

Além do acompanhamento de uma equipe multidisciplinar, após a cirurgia bariátrica, o paciente precisa inserir novos hábitos na sua rotina.

Nos primeiros dias do pós-operatório, o principal desafio é conciliar a nutrição e hidratação adequada com a nova capacidade do estômago, que passou a ser reduzida. Durante os primeiros quinze dias, a alimentação é limitada à ingestão de líquidos. O retorno ao consumo de alimentos sólidos só ocorre depois do primeiro mês.

Ademais, a prática de atividades físicas deve ser inserida na rotina do paciente. Nas primeiras seis semanas, é preciso evitar grandes esforços, mas a realização de exercícios leves é autorizada e fundamental.

Outrossim, as mulheres precisam de uma atenção ainda mais especial, pois estão sujeitas às complicações provocadas pelas alterações na absorção de nutrientes. Uma delas é o risco de anemia em função da perda de sangue da menstruação.

Enfim, a cirurgia bariátrica é um procedimento efetivo e seguro, desde que o paciente tenha disciplina e o compromisso em seguir todas as orientações, principalmente a manutenção do acompanhamento médico.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cirurgião geral no Rio de Janeiro!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp