redução de estômago

Como Funciona A Redução De Estômago Por Endoscopia?

A cirurgia bariátrica é uma excelente alternativa para o tratamento da obesidade. Porém, nem todas as pessoas com excesso de peso corporal estão aptas a realizar o procedimento. Neste sentido, surgiu a redução de estômago por endoscopia.

Você já ouviu falar nessa nova técnica cirúrgica? Sabe para que ela serve? Caso não, recomendamos a leitura deste post. A seguir, explicamos tudo o que você precisa saber sobre ela.

O que é a redução de estômago por endoscopia?

A cirurgia bariátrica, ou gastroplastia, é um procedimento indicado para o tratamento de quadros mais graves de obesidade. Portanto, a técnica consiste em reduzir o tamanho do estômago e, em alguns casos, desviar o trânsito intestinal.

Além disso, por ser uma cirurgia complexa e invasiva, requer uma série de cuidados e um longo período de recuperação. Em função de todos esses fatores, para receber a indicação cirúrgica, o paciente precisa cumprir vários requisitos.

No entanto, para atender aos portadores de obesidade leve ou moderada e tornar o procedimento menos invasivo, surgiu a redução de estômago por endoscopia. Aprovado no Brasil em 2017, o método já era reconhecido em diversos países.

Ademais, como a técnica ocorre via endoscopia, não há a necessidade de cortes. No entanto, é capaz de reduzir o estômago em até 60%, oferecendo uma perda de peso estimada de 20 a 25% no período de um ano.

Como funciona?

A endosutura gástrica se inicia pela aplicação de anestesia geral. Posteriormente, o médico insere um aparelho chamado Overstitch pela boca do paciente até alcançar o estômago.

Além disso, com esse equipamento, o médico consegue realizar a redução de tamanho e costurar o órgão internamente. Na maioria das vezes, todo o procedimento leva cerca de 50 minutos e o paciente costuma receber alta em até quatro horas após a internação.

Ademais, por não ser uma cirurgia, o paciente se recupera mais rapidamente, principalmente em comparação com a cirurgia bariátrica. Então, com a redução do estômago, o paciente passar a ter uma saciedade precoce, promovendo a perda de peso.

Quando é indicada?

A redução de estômago por endoscopia é indicada para pacientes com obesidade leve ou moderada, ou seja, com o Índice de Massa Corporal (IMC) entre 30 e 40. Isso porque são casos em que o paciente precisa perder, no máximo, 30 quilos.

Contudo, obesos mórbidos que não querem ou podem passar pela cirurgia bariátrica podem passar pelo procedimento. procedimento pode ser realizado por obesos mórbidos que não querem ou podem passar pela cirurgia bariátrica. No entanto, precisam ter em mente que a técnica não promoverá a perda de peso necessária.

Quais os benefícios deste procedimento?

Com a redução de estômago por endoscopia o paciente não precisa ser submetido a cirurgias invasivas, tratando a obesidade de forma segura e promovendo um emagrecimento significativo. Nesse sentido, outros benefícios deste procedimento são:

  • resultado mais duradouro que o balão gástrico;
  • possibilidade de reduzir o estômago de pacientes bariátricos que voltaram a ganhar peso;
  • sem cicatriz abdominal;
  • alta hospitalar no mesmo dia;
  • procedimento minimamente invasivo;
  • baixo risco de complicações;
  • menor dor e desconforto que a cirurgia bariátrica.

Então, como você pode perceber, a redução de estômago por endoscopia revolucionou o tratamento da obesidade, sendo uma alternativa segura e menos invasiva. Portanto, caso tenha interesse em realizá-la, converse com seu médico.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cirurgião geral no Rio de Janeiro!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp